14 julho 2015

09 julho 2015

Estreia na calçada


Puxa, como está frio nesta esquina. Eu poderia ter colocado a minha calça azul. Esta saia chama mais a atenção dos homens. Ou devo chamá-los de clientes? Sinto falta do cachecol. Preciso destacar meus peitos e um cachecol poderia servir para me estrangular. Xô, pensamento ruim! Será que algum carro vai parar? Será que vai demorar? Será que meu primeiro cliente vai ser gostoso ou velho e barrigudo? Lá vem um carro devagarinho. Botou farol alto para me examinar. Fiquei cega, seu filho da puta.

Dois rapazotes! Quero não. É fria. Vai. Vai embora, vai.

Será que eles queriam um programa ou só olhar? Bem que a Zeca disse que muitos caras só querem olhar. Nem sei se quero ser olhada. Nem sei se quero programa. Preciso de grana. Tô com fome. Um mês de gororoba. A Zeca quebrou a minha essa semana. Maçã e chocolate. Vidão. Disse que podia passar fome, mas jamais sem tomar a pílula. Meu Deus, obrigado pela cartelinha. Outro carro. É melhor ficar debaixo da luz. Detesto farol alto.

Babaca, nem olhou.

E se me reconhecerem? Hahaha, sem chance. Isso aqui é bairro de rico. Minha turma fica a duas horas de ônibus daqui. Só o Rubão tem carro. Mato esse filho da puta se ele passar por aqui.

Os carros passam rápidos. Fingem que não me veem, que não existo. Que não sou gente. Que não valho nada. Que sou lixo. Que sou puta. Sou não. Meu baixinho vai comer hoje. Os rapidinhos me desprezam. Os devagarinho querem me comer. Tô sabendo. Neguim passa devagarinho junto do meio fio e me come com os olhos.

Vem aqui, gostoso. Para o carro. Pergunta quanto é o michê, safado!

Quanto eu cobro? 100? 200? E se ele disser que só tem 50?

Passou reto. Desgraçado!

E se parasse? E aí gatinha? Qual seu nome? Que vou dizer? Shirleide? Nunca. Leide nem pensar. Se papai fosse vivo ia me encher de porrada. Preciso inventar um rápido. Keila? Charlene? Chaiane? Diabos. Será que preciso ser outra pessoa? Gosto de Leide, que nem a princesa. Papai sempre me chamou de princesinha. Minha Cinderela.

Porra, meus pés estão doendo. Merda de salto alto. Eu devia saber. Melhor colocar um tênis e voltar pro balcão da papelaria. Salário de merda. Chefe de merda. Mas meu baixinho comia.

Vem mais um. De mansinho.


E se esse carro preto parar e abrir a porta? Entro nessa vida?
 
Search Engine Optimisation
Search Engine Optimisation